Theme by ++
Postado Há 14 horas / 13136 notes / Permalink / Reblog /
Postado Há 15 horas / 11264 notes / Permalink / Reblog /
Postado Há 15 horas / 8121 notes / Permalink / Reblog /
Quando eu me olho no espelho, eu me sinto um merda. É sério. Acho que poderia ser menos fechado emocionalmente, mais evoluído nessa área. Eu me auto saboto muito, talvez. Eu já perdi muitas pessoas que amo, então acho que sempre que começo a gostar de alguém, entro num processo de sabotagem, para não ir adiante ou não correr o risco de perder mais uma pessoa que gosto.
Danilo Gentili.  (via romanteios)

(Fonte: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r, via romanteios)

Postado Há 2 dias / 17305 notes / Permalink / Reblog /

(Fonte: hifuckme, via romanteios)

Postado Há 2 dias / 467472 notes / Permalink / Reblog /

(Fonte: hanunishi, via regou)

Postado Há 2 dias / 20612 notes / Permalink / Reblog /
O silêncio mais cruel,
Vira poesia no papel.
Otávio L. Azevedo. (via romancitada)

(Fonte: sonetario, via romancitada)

Postado Há 2 dias / 5732 notes / Permalink / Reblog /
Postado Há 2 dias / 19 notes / Permalink / Reblog /
Você pode conhecer vinte caras bonitos e que te entendem muito bem, dez caras legais que cuidam de você como se fosse um diamante precioso, uns outros tantos inteligentes, atraentes, bacanas e engraçados em ordem aleatória. Nenhum deles te encanta. Por que? Falta o tão chamado click, aquele jeito especial que ninguém explica. Pode ser o jeito de mexer no cabelo, a forma como ele te olha, que conversa contigo ou até mesmo um jeito secreto que nem o profeta mais sábio percebe, mas que está lá, você pode ver. Entre tantos milhares, talvez um ou outro se salve ao filtro do “jeito”, e daí você percebe: é esse que eu quero abraçar e não largar mais, com quem eu quero me enrolar embaixo de cobertores e com quem eu quero dividir todos meus segredos. Baseado no quê? Num jeito inexplicável ao resto do mundo.
Martha Medeiros. (via romancitada)

(Fonte: cool--cool, via romancitada)

Postado Há 2 dias / 11472 notes / Permalink / Reblog /
Me liga, vai… Não precisa dizer nada, só liga. Sinto falta da tua respiração ao telefone.
But, I love you.    (via romancitada)

(Fonte: vulgarizei, via romancitada)

Postado Há 2 dias / 17848 notes / Permalink / Reblog /